sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Contradições...

Vivemos num mundo de muitas contradições. As celebrações de fim de ano, por exemplo, são para unir as famílias, aproximar as pessoas e reforçar os vínculos. Mas muitos maculam estes momentos abusando da liberdade e acabam por destruir o que era para ser bom, em um momento em que as pessoas ao invés de estarem em comunidade e família, visam estar ausentes de tudo isso.


Diz-se que há contradição quando se afirma e se nega simultaneamente algo sobre a mesma coisa. O princípio da contradição informa que duas proposições contraditórias não podem ser ambas falsas ou ambas verdadeiras ao mesmo tempo. Existe relação de simetria, não podem ter o mesmo valor de verdade. Dessa forma, ocorre uma contradição quando uma afirmação é falsa e a outra é verdadeira. Se forem ambas verdadeiras ou falsas, não existe contradição.

Por exemplo: Gelo e fogo.

Temos a tendência de sempre dizer algo querendo na realidade dizer outra coisa. Dizemos muitas vezes sim, querendo dizer não. Mas por que tantos rodeios? Por que não dizemos de uma vez o que realmente queremos? Acredito que seja pelo fato de não sabermos o que realmente queremos.

Vamos ver alguns exemplos em músicas [que eu me identifico com essas contradições], mas nestes casos, precisamos nos lembrar de que existe a liberdade de expressão do artista, que o permite passear pelos campos da contradição:

Quase Sem Querer - Legião Urbana

"Tenho andado distraído
Impaciente e indeciso
E ainda estou confuso
Só que agora é diferente
Sou tão tranquilo e tão contente


Quantas chances desperdicei
Quando o que eu mais queria
Era provar pra todo o mundo
Que eu não precisava
Provar nada pra ninguém


Fiz questão de esquecer
Que mentir pra si mesmo
É sempre a pior mentira


Mas não sou mais
Tão criança a ponto de saber tudo


Já não me preocupo se eu não sei por que
Às vezes o que eu vejo quase ninguém vê
E eu sei que você sabe, quase sem querer
Que eu vejo o mesmo que você


Sei que às vezes uso
Palavras repetidas
Mas quais são as palavras
Que nunca são ditas?
" 

_______________________________________________________

O Descobrimento do Brasil - Legião Urbana

"Estou pensando em casamento
Mas não quero me casar"

_______________________________________________________

 Perdida e Salva - Sandy

"Não há
Sensação melhor
Não há

Sinto estar
Perdida e salva
"

_______________________________________________________

Amor Maior - Jota Quest

"Eu quero ficar só
Mas comigo só eu não consigo
Eu quero ficar junto
Mas sozinho só não é possível...


Então seguirei meu coração até o fim
Pra saber se é amor
Magoarei mesmo assim
Mesmo sem querer
Pra saber se é amor
Eu estarei mais feliz
Mesmo morrendo de dor
Pra saber se é amor
"

Aqui o autor demonstra toda a sua contradição falando sobre o seu amor. Pensando nesse aspecto, o texto de 1 Coríntios 13.7 diz que o amor: "Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.". Se tudo isso é amor, a contradição do autor está correta, pois o amor é uma contradição?

Acho melhor dizer, uma contradição de sentimentos. Camões escreveu:

 Soneto n°. 11

"Amor é fogo que arde sem se ver,
é ferida que dói, e não se sente;
é um contentamento descontente,
é dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
é um andar solitário entre a gente;
é nunca contentar-se de contente;
é um cuidar que ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade;
é servir a quem vence, o vencedor;
é ter com quem nos mata, lealdade.

Mas como causar pode seu favor
nos corações humanos amizade,
se tão contrário a si é o mesmo Amor?
"

E para não ficar de fora, deixo algumas das "minhas últimas contradições":

Eu não quero que ninguém fale mal de mim, mas eu falo.
Eu digo para alguém não fazer algo, mas eu vou lá e faço.
Eu digo para alguém não seguir por tal caminho, mas eu sigo.
Eu ajo com hipocrisia condenando alguém por algo, mas eu não quero o mesmo tratamento.

E mais contradições...


Um comentário: