segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

"bar da Graça"

Hoje quero indicar para você uma super novidade. É um novo blog com uma proposta super bacana de sacralizar o nosso cotidiano. Chega de separar o secular do religioso. Somos um só. Temos apenas uma vida. Não podemos viver uma dupla personalidade. Farei parte deste novo projeto e espero que haja inspiração em mim para poder compartilhar um conteúdo que agregue algum valor. Mas para apresentar o 'bar da Graça', faço minhas as palavras do mentor do blog: 
 

Está aberto o "bar da Graça"!

O título é provocativo. Causa certa curiosidade. Bar? Graça? Quem é essa pessoa?

Um bar pode ser um local de conversa, de troca de ideias, de passar um tempo se divertindo com os amigos. Pode ser um local cheio de bêbados descontrolados. Para muitos, é um lugar de perdição. O suprassumo do mundanismo. Um dos lugares presentes no Top 5 dos mais profanos do planeta.

Graça é um presente de Deus a nós, um dom imerecido, uma dádiva preciosa. Pode ser também uma disposição do coração de Deus a nosso respeito. Pela Graça somos salvos. É a Graça de Deus que nos transforma, nos liberta, nos mostra o quão imerecedor somos.

"bar da Graça" poderia ser o boteco da esquina, da tia que se chama Graça. Mas nesse caso, não é. É um blog e seu nome sugere sua intenção: unir sagrado e "secular". O objetivo é encontrar a Graça onde ninguém vê e aproximar cotidiano e sagrado, fazendo-os se tornarem um só. Mostrar que "a fé tá na vida", que há ecos do Evangelho e da Verdade fora dos nossos arraiais. Sacralizar o cotidiano.

A missão do "bar da Graça" é dupla: em primeiro lugar, é apresentar a Boa Nova de maneira relevante para a sociedade atual, através de elementos artísticos e da cultura pop. Em segundo lugar, busca mostrar para os cristãos a Graça que há na criação do Criador, pois todo dom perfeito vem dEle, tudo é por Ele e para Ele.

Já passou da hora de pensarmos um pouco fora dos preconceitos que a religião nos coloca. É hora de olharmos para a criação e vermos Deus e não o diabo, de olharmos para a arte e vermos a criatividade que o Autor da vida derrama sobre o ser humano. De olharmos para o ser humano e compreendermos que a imago Dei nele está deformada pelo pecado e que, apesar do mal, ainda há reflexos da bondade e da verdade. É hora de acabarmos com esse pensamento dicotomizador, que separa "vida secular" de "vida pra Deus" e começarmos a encarar toda a nossa vida como sagrada, toda ela como dedicada a Deus, tudo o que fazemos, tudo o que somos. É hora de compreendermos que "obra de Deus" não são apenas atividades na igreja e que servir a Deus não é simplesmente fazer coisas no "templo" ou ter um ministério itinerante pelo mundo.

Para o cristão, não há uma vida sagrada e outra secular. Apenas vida sagrada, afinal, tudo que faz - seu trabalho, seu estudo, sua diversão - é feito para Deus.

Pensando nisso, o "bar da Graça", de início, servirá drinques separados em cinco seções:

Mesa de Bar (#mesadeBar): são textos para expor ideias, discutir um assunto, expressar opiniões dos autores sobre religião e espiritualidade.

Mais um, por favor (#maisumPorFavor): são textos inspiradores, nos quais o eu-lírico do autor é aflorado, onde sentimentos são colocados para fora, onde as dores da vida são escancaradas.

Aperitivo (#aperitivo): Drinques rápidos, apenas para compartilhar uma música, um poema, poesia ou conto, sem discorrer sobre eles.

Jukebox (#jukebox): para mostrar que Deus também fala através da música dita "secular", se você ficar atento à voz dEle.

Coquetel (#coquetel): algo do cotidiano e "secular", como uma propaganda, um filme ou um livro, numa boa mistura com a Palavra e valores do Reino.

Seja bem vindo ao "bar da Graça"!

Por Netto Britto

2 comentários:

  1. Eaw Zhé, graça e paz amado!.. Eu vi a ideia do 'bar da Graça', e de começo eu pensei: poxa, como sacralizar o não religioso, ou vc santifica ou vc profana.. Mas logo lembrei do que Deus tem ministrado pra mim e alguns amigos sobre vc estar no mundo, mas não ser mundano, estar posicionado diante de TUDO que nos é apresentado, e demonstrar Deus em nós.. Então achei a ideia super interessante e apoio! =).. Fica com Jesus, amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa Ot! Que alegria receber seu comentário e saber que Deus está falando o mesmo, mesmo não estando juntos diariamente [entende?]. Que Jesus continue abrindo nossa mente.

      Excluir