sexta-feira, 28 de março de 2014

Dó... Dá...




Eu tenho pena.

Não.

Eu tenho dó.

São meus, seus, nossos semelhantes.

Se eu tivesse penas, voaria para bem longe daqui.

Para não ver, ouvir e sentir tanto sofrimento, dor e lamento.

Mas louvado seja Deus, que dá descanso eterno.

Um comentário: