domingo, 20 de abril de 2014

Conversa entre amigos 2

Um amigo me pergunta:

Você está bem?
E eu respondo:

Não! (rs)
Sendo sincero...


O que aconteceu?

Fiz coisas da qual não me arrependo,
mas deveria...

Tipo o que?

Não condizem com a 'nova vida'.

Hum...
Eu sou cheio dessas coisas. (rs)

Hahaha...
Então não preciso dizer mais nada.
O pior é que eu fico me iludindo,
correndo atrás do que é literalmente passageiro.

Passageiro?
Tipo?

Passageiro.

O "passageiro" é uma ilusão necessária.

Interessante...
Meu caso foi tão passageiro que já passou.
Acabou.

Me explica esse seu conceito...

É que muita gente condena o "passageiro".
Grandes cristãos da história, inclusive.
Mas acredito que Cristo não tinha essa visão condenatória do passageiro...
Ele orou: seja feita a Tua vontade na Terra (passageiro) e no Céu (eterno).

Uau... 
Fato man.
 Não tinha pensado sobre isso.

É claro que nada aqui se compara ao que há de vir.
A vida aqui é apenas um grão de areia comparada à praia que é a eternidade.

Lindo isso.

E não adianta termos tudo aqui e nada no eterno...
Isso é ilusão.

"Isso é ilusão..."
Me lembrou uma música do Jota Quest...
Chamada Telefone.

Mas é como li esses dias:
"Se você só pensa em ganhar a terra, perderá ela e a eternidade.
Se seus olhos estão na eternidade, você ganhará o passageiro e o eterno."
O "grão e a praia" é uma metáfora do Max Lucado.

Obrigado Man pelas suas palavras.

Nossa, que bom que saiu algo de mim.
Esses dias estou me sentindo seco.

 Sempre são de grande valia e me fazem falta no dia a dia.

Eternos passageiros.


É o que somos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário