terça-feira, 1 de abril de 2014

Ele / Ela - O começo do fim


Ele sempre achava que era demais.
Não no ser, mas em excesso mesmo.
Ele sempre esperava pela atitude dos outros.

Ela achava que devia partir dela a atitude.
Ela sempre via os dois lados.


Diferentemente dele.


Ele se escondia na aparência.
Comprava coisas e mais coisas pensando que isso fosse aproximar as pessoas.
Pobre engano.
Quanto mais ele se esforçava pior as coisas ficavam...


Ela ia perdendo seu espaço a cada dia.
Até que ela caiu no sono.
E foi esquecida...

Ele não reparava mesmo nela.

...

Não importava a hora.
Era de manhã, de tarde e também de noite.
O que se ouve sair das palavras digitadas por seus dedos pelas redes sociais da vida eram seus lamentos.

Ele pergunta para um amigo: "Tem um minuto?"
Se este diz sim, senta que lá vem história.


Ele dizia que tinha amigos, mas ao que tudo indicava, os amigos o tinham...
Por que ele não tinha ninguém.
Ele não precisou consultar os médicos para descobrir o que tem.
Conseguiu descobrir sozinho que possui a "Síndrome de Baby Sauro".

...

Ele descobriu isso quando olhou para ela.

E percebeu que ela parecia familiar.

Olhando para o homem refletido no espelho.

Enfim, ele descobriu.


Ele sou eu.

E ela é a minha alma.


_______________________________________

Leia mais deste conto em:

Ele / Ela

Ele / Ela - Parte 2

Ele / Ela - Parte 3

 Ele / Ela - Parte 4

* Ele / Ela - Parte 5

4 comentários:

  1. CARACA! =O
    Que desfecho surpreendente, Zhé! MUITO BOM!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha... por essa você (only fã) não esperava, né? rs

      Como imaginava que fosse acabar?

      Excluir
    2. hahahah eu achei que Ele fosse casar com Ela, rs.

      Mas foi muito bom esse final! Parabéns!

      Excluir
    3. No post seguinte, sobre a inspiração, explico melhor.

      Excluir