quarta-feira, 14 de maio de 2014

Que lugar é esse?


Eu me fechei para o mundo.
Construí paredes e muros, talvez indestrutíveis, que me tornaram inalcançável.
Tranquei as portas e janelas.
Cerrei os portões com grandes correntes e cadeados enferrujados.

Lá dentro,
existem tantos quartos escuros que carecem da luz [tanto quanto a minha pele] e esperança.
Há um lugar onde pode se ouvir o som das lágrimas, choros, gritos e muitos lamentos.
Só pode ouvir isso, quem consegue a proeza de entrar.

Mas que lugar é esse?

Esse lugar é meu coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário