domingo, 10 de agosto de 2014

injeção subcutânea...


Uma vez, duas vezes... Qual é o limite?


Não há limites.
Tudo depende da disposição,
da caridade,
da doação,
da ação mascarada de "boa ação" para se sentir melhor.

Não é vaidade, é por falta de sinceridade.
O não se sentir, mata!

Tirar do uso, vira desuso.
Mas desuso do que nunca uso vira inútil.

Aff... Desabafei o desabafo de cada bafo. 

Por que tem que ser assim???

Nenhum comentário:

Postar um comentário