domingo, 14 de setembro de 2014

M@L†®Ap!Lh0$: A Fé de Greta ao dizer: ' Tome Tudo de Mim '

Os Maltrapilhos eram um povo distinto, não extinto.


Eles tinham medo. Viviam isolados, se escondendo de tudo e de todos. Quem olha para eles pensa: "Em que década eles vivem?". Por mais que haja diferença entre cada ser humano, as pessoas tendem a extirpar todo e qualquer que dissimila e destoa da grande massa. Julgam que alguns são uma aberração.

Greta era uma maltrapilha. Uma menina muito tímida e que tinha uma doce voz. Vez ou outra, era possível ouvi-la cantarolar pelos cantos da casa. Certo dia, uma declaração em forma de canção, consumiu a atenção de todos que pararam o que estavam fazendo imediatamente para ouvi-la cantando dizer:



"Tome tudo de mim, tome Seu lugar.
Tome tudo de mim, tenho nada sem Você. 


Meu coração vazio, nada no meu ser. 
Vivendo só pra mim, eu preciso de Você.


Só Você, Senhor, pode encher meu coração.
Só Você, dá razão pra viver 
Não quero mais viver só pra mim. 
Mais de Você, menos de mim!"




Greta tinha algo que nem todos tem, Fé! Até tem, mas cada um chama de um jeito. O que os demais não entendiam era o porquê daquilo. Era bem estranho até mesmo para os maltrapilhos. O que eles também não entendiam, era que ela encontrou em sua fé, uma esperança, uma força que a fez caminhar por aqueles dias, até o fim da sua breve vida.

. . .

Nenhum comentário:

Postar um comentário