sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

A lambida de um cachorro [ Vamos falar de coisas boas? ]


Hoje, resolvi dar uma pausa nos meus muitos lamentos, para falar de algo realmente interessante.

Então, vamos falar de coisas boas?

 Nos dias finais de 2014, ouvi a seguinte história:

"Uma menina recém nascida,
ainda atrelada a placenta,
foi encontrada abandonada numa calçada,
sendo lambida por um cachorro."

Após este breve relato, em choque, entre pensamentos diversos sobre o que realmente aconteceu para que ela chegasse até ali, uma pessoa ao meu lado me disse que a criança somente sobreviveu por causa da lambida do cachorro.

Fiquei de fato, muito impressionado. Pois foi um mixe de sentimentos, e assim que possível, fui até o amigo Google, e encontrei as seguintes informações:
  
"Em uma matilha, o cachorro ou o lobo lambe os animais de que gosta. Atitudes como essa, antes reservadas apenas aos membros de sua própria espécie, passaram a ser aplicadas a seres humanos – em especial aos donos – quando os cães são domesticados. Além de afeto, a lambidela pode ser uma demonstração de reverência. “Lambidas perto do queixo ou da boca estão relacionadas com submissão”, afirma Alexandre Rossi, zootecnista da Universidade de São Paulo e especialista em comportamento animal. “O filhote lambe o queixo da mãe para que ela regurgite comida”, diz. O cachorro adulto faz o mesmo com seu dono. O animal, no entanto, não espera que você cuspa alimento. O gesto é um sinal de que ele vê a pessoa como o "manda-chuva" do pedaço.
A língua dos cães tem uma série de funções. Entre elas, serve como um “exaustor” – cães não transpiram, põem a língua de fora para espantar o calor. A lambida pode também servir para captar substâncias de outros animais – como a urina, usada para demarcar território. Se você vir seu cachorro lambendo xixi, lembre-se de que ele não é um porco imundo, mas sim que pode estar só conferindo se não invadiu espaço alheio."



Não existe nada comprovado que a lambida de um cachorro salve ou cure, a não ser o fato de que ajude na sua própria cicatrização, mas o fato é que a criança foi encontrada por causa do cachorro.

Por mais que hoje tudo esteja diferente de sua formação original, precisamos acreditar que milagres acontecem e que o impossível realmente pode acontecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário