segunda-feira, 21 de setembro de 2015

A Internet e as suas muitas Redes Sociais



A vida de todos mudaram com a chegada da internet e das redes sociais. Exceto a daqueles que continuaram em seu ritmo de vida cadenciado, calmo e tranquilo, em alguns cantos do interior deste planeta, onde toda essa tecnologia ainda não chegou.

Me lembro de certa forma, como tudo começou, na minha vida. Em 1998 ou 2000, não sei bem, entrei na internet pela primeira vez, no site da Aol. As buscas eram feitas pelo site Cadê?, se ouvia o som da conexão oscilando. Era tudo muito novo. Minha primeira rede social, se assim posso dizer, foi o meu primeiro e-mail na globo.com, nesse época, era gratuito. Depois entrei em salas de bate-papo, do Terra, do IG, do BOL e enfim do UOL, até os dias atuais, rs.

Já usei ICQ, mais para interagir no trabalho. Amava usar o MSN Messenger. Ficava pensando o tempo todo em qual frase colocaria no meu perfil. [Olha qual era a preocupação da criança...]. Não fiquei feliz com o seu fim. E nem com sua migração para o Skype. Era empolgante ver o bonequinho do MSN rodando e conectar. Triste era quando não conectava, rs.

Desde aí, eu já percebia que pelas redes sociais todos somos bem diferentes da realidade. Por isso, pensei em alguns tipos de pessoas que existem nas redes:

- Os usuários que utilizam a ferramenta para compartilhar,
- Os usuários que apenas consomem o que lhes é proposto,
- Os usuários que só criticam, que são chamados de Haters;
- Os usuários que só compartilham postagens de outros,
- Os usuários engajados, que brigam, protestam, que defendem o que acreditam, e
- Os usuários que escrevem errado e tem mais likes do que eu! [Pronto Falei! rs]



"Como faço para entrar de novo naquela comunidade:
'EU SOU LEGAL, MAS NÃO ESTOU TE DANDO MOLE'?"

Que saudade do Orkut. #SQN

Hoje, mal temos tempo de nos acostumar com uma novidade, que logo ela já está defasada. Usei por muitos anos o My Space. Quem diria que ela seria substituída? Essas são apenas algumas que eu já usei, mas existem tantas outras e a cada dia temos uma nova. Que celular aguenta ter 300 mil aplicativos? Atualmente, eu reluto um pouco para entrar numa nova rede, pois eu não consigo ser raso, sou muito intenso e tento explorar ao máximo a rede em si.

Hoje eu utilizo as seguintes redes sociais:

Facebook pessoal, Facebook da página, Twitter, Tumblr, Instagram, Snapchat, WhatsApp, Youtube, Skype, Blogger, Linkedin, SoundCloud, Spotify...

Se o wifi estiver ligado, não consigo dormir sem antes:

- Verificar se todas as minha notificações no facebook foram visualizadas.
- Dar likes em fotos ainda não curtidas no instagram,
- Responder a todas as mensagens no whatsapp,
- E acompanhar todos os segundos de Snapchat da vida alheia.



Ao invés de vivermos a nossa vida, acabamos perdendo segundos preciosos. Talvez seja um exagero meu, mas se pensarmos bem, quanto tempo de nossa é vida é tomado ou devo dizer dominado por coisas que não são tão importantes assim? Não estou dizendo o que você deve fazer com o seu tempo, ou a que você deve direcioná-lo, mas só quero pegar um segundo da sua atenção e te fazer pensar comigo, se deixamos de viver de verdade para criar uma fábula que expõe a nossa vida ou que retrata como gostaríamos que ela realmente fosse?

Um comentário:

  1. Boa noite excelente texto, a internet e seus acompanhantes tão importante quando é bem usada. leia o nosso blog amanhã faremos sobre a crise e o como vence-la com espiritualidade e fé.
    http://pensamentospositivos2015.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir