quinta-feira, 10 de setembro de 2015

VALE: Ele / Ela - Uma outra história [A decepção] - Parte IV




"Era o começo e o meu desejo se perdeu de mim..."

A Cruz E A Espada - Paulo Ricardo e Renato Russo


"Ela se apaixonou por ele, mas não sabia como admitir. Em sua inocência acreditou que ele estivesse embalado na mesma batida que ela, foi quando resolveu se abrir para ele.

O lance entre eles foi tão intenso que a profusão foi na mesma proporção.

Certo dia, sentados no café do shopping, ele começa a falar de suas aventuras 'extras', das pessoas com quem saía. Sim, ele disse isso. Que 'pegava' outras pessoas além dela. Isso foi para ela, como uma adaga em seu peito, que pensava ser a única para ele, pois ele fazia com que ela se sentisse assim, especial.

Ledo engano, afinal eles nunca estabeleceram uma relação. Uma amizade colorida talvez. Ou apenas uma troca de fluídos.

Foi nesse momento, que ela se sentiu frustrada e triste, mas não quis acabar com o que estava acontecendo. Ao contrário, resolveu se entregar profundamente a ele.

Foram dias muito intensos, mas aquela conversa começou a incomodá-la. Ela ficava com ele, mas tentava não pensar com quem mais ele passava seu tempo. Foi aí, que ela começou a se sentir mal, se sentir usada, usurpada.

Como ela estava apaixonada, decidiu se afastar dele. Foi algo bem constrangedor, pois eles pertenciam ao mesmo circulo de amizades, então vez ou outra, se esbarravam.

Ela prosseguiu assim, por muitos dias, sofrendo calada a dor de se apaixonar pela pessoa errada. Mas quem seria a certa?

Aos poucos, eles foram retomando os seus laços de amizade. Embora, tudo com muita relutância. Mais da parte dela, pois era onde o sentimento estava alojado.

Numa bela noite de luar e céu estrelado, ele foi até ela e a convidou para seu casamento. Aquilo foi um choque para ela, pois por mais que amasse ele, era o que ela pensava, gostava muito da amizade dele e queria que ele fosse feliz.

Sem muito dizer, aceitou o convite. Até o dia do casamento, eles não mais se viram ou se falaram."

Nenhum comentário:

Postar um comentário