domingo, 15 de fevereiro de 2015

insisto... desisto...



Num primeiro momento, após enlouquecer, disse para mim mesmo:

"Eu não vou mais insistir. Mas você desistiu. Então, isso me motivou a querer mais.
Insisto em te querer, ao que devia, era insistir em te esquecer."





Em outro momento, pensando de forma diferente:

"E preferi desistir. Pensei que fosse melhor viver assim. Deixei de insistir.
Mas você não desiste. Você sempre insiste. Você na verdade, persiste.
Faça chuva ou faça sol. Você está lá!"

Até quando vai esperar?




Nenhum comentário:

Postar um comentário