segunda-feira, 27 de outubro de 2014

"Heartbreaker"



Você conhece este termo?

Do inglês, significa:

Destruidor de corações.

E pensando [para variar] sobre isso, acredito que todo mundo já foi, é, será ou já sofreu por conta de um. Sendo assim, precisamos tentar olhar para todos os ângulos:



- Existem àqueles que gostam dessa condição, se sentem bem por estar por cima da carniça.
- Existem àqueles que fazem isso de forma inconsequente, sem noção nenhuma do mal que podem estar causando a quem quer que seja.
- Existem ainda, àqueles que sofrem uma, duas, três mil vezes... por conta dos desavisados acima.

Para não ser genérico no ponto de apontar apenas um como o errado ou  vilão da história, penso que para não julgar simplesmente, é preciso tentar entender o que se passa com cada um destes:

- Pode ser que àqueles que gostam dessa condição, não tenham sofrido ainda deste mal, por isso eles são como são.
- Pode ser que àqueles que agem sem conhecimento de causa, sejam desligados e desapegados de qualquer vínculo social e sentimental.
- Pode ser ainda, que àqueles que sofrem dezenas de vezes deste mal, sofram por não se amarem ao ponto de pensarem no que é melhor para eles.

É difícil para eu entender como alguém se envolve rapidamente com alguém, sem pensar demais. Talvez esse seja o meu problema, pensar demais, nos prós e contras.

Aqui não é o Bar da Graça, mas a música abaixo representa bem este post.


Nenhum comentário:

Postar um comentário