segunda-feira, 12 de maio de 2014

Criança mimada...


Você conhece alguma criança mimada?

Se a resposta foi positiva, você consegue olhar para ela e identificar alguma característica ou comportamento semelhante?

Há alguns dias passei por uma experiência bem interessante. Já tinha passado por coisas semelhantes, mas desta vez foi especial.

Passei um dia inteiro na expectativa de que algo acontecesse, mas com o findar do dia, o sol se pondo, a escuridão caindo... e nada do que almejei aconteceu.

Em certo momento, olhei para o alto e disse:

"Deus, o Senhor tem o controle de todas as coisas,
por que não dá um jeito nisso?"

E a resposta d'Ele foi o silêncio.

Mas o silêncio de Deus nunca é vago.

A resposta foi muito clara...

...

Entender que todas as coisas cooperam para o bem, é ao mesmo tempo libertador quanto doloroso. Saber que as coisas acontecem ou não, por que assim Deus permitiu é desafiador. Do mesmo ponto que não podemos simplesmente colocar a culpa de tudo em Deus. Por que se àquilo que eu planto é o que eu vou colher. Essa lei nunca falha.

Uma outra forma de ver toda essa situação é pensar que Deus está te livrando de coisas que você nem imagina, pensando assim, é melhor nem imaginar.

Fiz essa alusão com o comportamento de uma criança mimada, pois é dessa forma que muitas vezes agimos diante de Deus. Por causa de Jesus, podemos reconhecer Deus como Pai. E sendo Deus nosso Pai, Ele mais do que qualquer outro, sabe o que é melhor para nós!

Precisamos valorizar e reconhecer a importância disso, de saber que o Deus de toda Terra, se importa com cada um de nós!

Findo este breve relato, com as palavras do Rei Davi:

"Os teus olhos me viram a substância ainda informe, 
e no teu livro foram escritos todos os meus dias, cada um deles escrito e determinado, 
quando nem um deles havia ainda."  - Salmo 139.16


Nenhum comentário:

Postar um comentário