sábado, 20 de junho de 2015

Hoje eu entendo ela...


Hoje eu sei o que ela sentia. Ela sofria calada, às vezes até falava, balbuciava, mas eu não escutava. Não reparava no mal que ocasionava. Vez ou outra eu até concordava, embora na maior parte das vezes, achava que ela estava equivocada. Coitado de mim. O problema estava mesmo em mim. Só eu não sabia, ou pior, não reconhecia. "O amor é uma decisão!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário