quarta-feira, 12 de agosto de 2015

A Pérola escondida


Por sempre ter ouvido que ele era o que todos diziam, àquilo se tornou algo pesado, pejorativo, um fardo que ele não podia mais suportar, uma ofensa mesmo. E ele cresceu com aquilo sendo gritado em seus ouvidos, e como uma grande ostra, se fechou, mas tanto, que para verem quem ele realmente era, se tornou uma façanha bem difícil e para raros.

Certo dia, abrindo levemente sua concha, como se fosse dar o seu último suspiro, nesse meio tempo, um pequeno grão de areia invadiu o seu ser. Uma irritação imediata fez com ele sofresse, mas o que veio para machucá-lo, se transformou em uma linda pérola.

Quando a dor é grande, não conseguimos imaginar que algo bom pode surgir dela, mas assim como o personagem dessa história, ou como acontece com as ostras, nós colecionamos histórias como estas, que aparentemente, geraram apenas dor, mas que ao se abrir, é possível que você tenha a quantidade exata para compor mais de um colar de pérolas!


Nenhum comentário:

Postar um comentário