segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Enfim, eu senti...


Senti um pouco de inveja aqui.
Senti uma leve brisa.
Não senti.

Eu percebi que eu estava errado pensando que estava certo.
Senti que isso seria o fim.
Senti que não estava afim.
Então foi aí, que eu percebi o que é real.

Eu escrevi o que senti.
Também inventei o que sentir.
Imaginei.
Mas sentir mesmo, foi o que eu senti.

Pela primeira vez eu senti que preciso mudar.
Para enfim te reencontrar.



Nenhum comentário:

Postar um comentário